Semana da Alegria: fim de um ciclo de aprendizagem

Chora Bandeirantes que o terceiro vai embora. Foi ao som dessas palavras que alunos da 3.a série do Ensino Médio comemoraram a Semana da Alegria. A festa é para avisar: O Ensino Médio chegou ao fim e um novo ciclo na vida se abre.

Celebrando junto aos amigos, em cada dia, os alunos se vestiram de acordo com diferentes temas – dia do pijama, tribo, gala, fantasia e branco.

semana_alegria_2017_1

A tradicional festa, organizada pelo Grêmio XXV de Agosto, professores, Orientação Educacional e o Departamento Cultural, contou todos os dias com comemorações, com direito a diferentes músicas escolhidas pelos próprios alunos.

semana_alegria_2017_2

No último dia, em clima de despedida, a emoção tomou conta dos estudantes que agora encerram o ciclo do Ensino Médio levando boas lembranças. Para fechar as celebrações, com direito a refrigerante e sorvete, houve a apresentação da banda “Por acaso”, composta pelos alunos da 3.a série do Ensino Médio, Bruno Conchon, Daniel Kodama, Cristina Andrade e Jairo Saldanha.

semana_alegria_2017_3

Numa oportunidade de confraternização, ainda houveram jogos de futebol entre alunos e professores, encerrando a Semana da Alegria.

semana_alegria_2017_4

“Foi uma mistura de sentimentos, mas principalmente gratidão por tudo que o Colégio me proporcionou, todas experiências e pessoas que conheci”, disse o integrante do grêmio, Gabriel Cygler, da 3.a série do Ensino Médio. “O coração está apertado porque o Band acabou, mas estou feliz por estar começando uma nova fase”, concluiu ele.

semana_da_alegria_2017heinz

Confira a galeria de fotos aqui.

Feminismo em pauta

Dando cada vez mais visibilidade e voz ao feminismo dentro do Colégio, o Coletivo Feminista Tuíra realizou um vídeo com mulheres da comunidade Band para refletir sobre os motivos que as tornam feministas. Inspirado em vídeo produzido por alunas da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (POLI-USP), o vídeo já atingiu mais de um milhão de visualizações.

A principal ideia da produção foi a de ressaltar a necessidade do feminismo como pauta ativa na sociedade. Além disso, foi preciso mostrar a todas as mulheres do Colégio o espaço existente para a reflexão, estimulando-as a participar e se conscientizar acerca das questões que envolvem o feminismo. “Com o vídeo, queríamos prevenir atitudes machistas dentro do Colégio e também divulgar o coletivo como um lugar de apoio e aprendizado. Todos devem se sentir bem na escola”, contou Stéphanie Ribeiro, aluna da 3.a série do Ensino Médio.

A professora de Língua Portuguesa que acompanha o coletivo, Cátia Luciana Pereira, ressalta que a luta contra o machismo é constante e, assim, o vídeo se torna apenas mais um passo na busca pela igualdade. “É uma maneira de refletir. A partir daí você muda sua forma de agir”, comentou a professora. “Após a publicação, houve muitas manifestações de apoio dentro da escola”, completou ela.

Desde seu início, o coletivo feminista Tuíra vem promovendo ações dentro do Colégio para estimular as causas feministas na sociedade. “Quero que as intervenções sejam ainda mais frequentes no Band e que tenham cada vez mais resultados”, concluiu Stéphanie.

Chegamos à milésima aula!

Representando todo o esforço investido nos estudos até o momento, os alunos da 3.a série do Ensino Médio celebraram a chegada da tradicional milésima aula. O encontro, organizado pelo XXV Grêmio de Agosto, Departamento Cultural, Orientação Educacional e pela Comissão de Formatura, reuniu professores e estudantes em uma festa recheada de animação.

1000aulas2017_2

As mil aulas, junto a outras comemorações, marcam o término de um ciclo: o Ensino Médio. “Há a sensação de dever cumprido e de que chegamos até aqui. Além disso, é um motor para continuarmos a nos esforçar”, disse Pedro Henrique Salgueiro, aluno da 3.a série do Ensino Médio e membro do Grêmio.

1000aulas2017_4

A festa teve direito a Toddynho e pirulitos, além de música ao vivo. Esta ficou por conta do aluno Caio Nascimento e das bandas “Por acaso” e “Sobreviventes do Vinil”, compostas por estudantes da 3.a série.

1000aulas2017_5

“Para o Grêmio era importante que tudo fosse perfeito porque sabemos o quanto as mil aulas representam para todo mundo. Fizemos de coração para proporcionar um momento dos alunos para os alunos. Ficamos muito felizes porque todos colaboraram com o Grêmio para manter a escola limpa”, concluiu Pedro.

Confira a galeria de fotos.

Aluna é campeã Sul-americana de esgrima

Com sonho de representar o Brasil nas Olimpíadas, a aluna Victória Vizeu, do 8.o ano do Ensino Fundamental, foi campeã na categoria infantil do campeonato Sul-americano de esgrima que ocorreu em Curitiba (PR).

esgrima1

Essa foi a segunda vez que a atleta participou de uma competição internacional já que, ainda nesse ano, Victória participou do Pan-americano quando conquistou a medalha de bronze na categoria pré cadete.

esgrima2

Esse foi apenas o primeiro passo para um sonho maior: “Quero ir para as Olimpíadas representando o Brasil”, garante Victória, de 13 anos – e 5 de prática esportiva.

esgrima4

 

“É uma sensação muito boa ver que todo o meu esforço e o apoio dos meus técnicos e da minha família valeram a pena”, contou a atleta. A dedicação da aluna é notável: são treinos diários de três horas e viagens rumo a competições que são conciliadas aos estudos do Colégio.

esgrima3

Ela ainda explica que foi no Band que aprendeu a ter foco, dedicação e também a não deixar nada para depois, valores essenciais para a prática de qualquer esporte. “Por que fazer depois algo que eu posso fazer agora? Assim tanto os treinos quanto os estudos ficam mais fáceis”, concluiu ela.

Um convite à reflexão: feminismo

Muito mais do que uma conversa, a vinda de Djamila Ribeiro ao Colégio foi um convite para a reflexão sobre o feminismo. Djamila é pesquisadora e mestre em Filosofia Política pela Unifesp, feminista, ativista social, e foi secretária-adjunta de direitos humanos e cidadania da cidade de São Paulo. Numa conversa com meninas e meninos, a ativista foi além do óbvio para explicar o movimento que tem ganhado atenção no país inteiro.

djamila_1

Tudo começou com o coletivo feminista Tuíra que idealizou e colocou no papel a vinda de Djamila. O objetivo era claro: esclarecer para a comunidade Band o que é feminismo. Djamila mergulhou todos em seu raciocínio claro e explicou como o movimento funciona e, principalmente, suas vertentes.

djamila_2

Uma das principais ideias apresentadas na conversa foi a de que o Brasil é um país desigual onde mulheres, por conta de questões de raça e classe social, vivem realidades diversas que geram diferentes lutas. Djamila levou os alunos a reflexão sobre a própria realidade e como o feminismo, o racismo e a desigualdade estão inseridos nesse contexto.

djamila_3

“A conversa foi muito importante para valorizar o trabalho do Tuíra na busca pela reflexão”, contou a Coordenadora de CPG, Maria Estela Zanini. “Acho que a palestra serviu para mostrar à comunidade Band a importância de termos um espaço para discutir a relevância do movimento feminista”, disse uma das integrantes do Tuíra, Stephanie Ribeiro.

djamila_4

O coletivo feminista é acompanhado de perto pela professora de Português, Cátia Luciana Pereira. “O que ficou para mim é sempre refletirmos sobre a nossa própria responsabilidade nos problemas da sociedade. Nos questionarmos e, assim, reconhecer as atitudes machistas para combatê-las.”, explicou Cátia.

Beinprosone desafia 7.os e 8.os anos

O projeto Beinprosone (Being Innovative and Producing Something New), criado por estudantes, chegou a sua terceira edição. Pela primeira vez, o projeto foi realizado com alunos dos 7.os e 8.o anos do Ensino Fundamental. O Beinprosone baseia-se na resolução de um problema de forma inovadora, rápida e com a “mão na massa”, ou seja, a criação de um protótipo. Nesta edição, os alunos tiveram que criar formas de sobrevivência a partir da queda de um avião em uma ilhar deserta.

No primeiro dia, houve a definição dos grupos, atividades de integração e uma palestra sobre sobrevivência com Irineu Otani, do grupo escoteiro Caramuru. Apenas ao final foi revelado o problema que os alunos teriam de resolver no dia seguinte. Já no segundo dia, os grupos, cada qual acompanhado de dois monitores da 2.a série do Ensino Médio, começaram a colocar suas ideias em ação para, posteriormente, apresentar aos jurados os protótipos de suas soluções.

beinprosone_2017_1

Durante o dia, os organizadores – alunos da 3.a série do Ensino Médio – armaram imprevistos como, por exemplo, uma inesperada tempestade. Assim, os organizadores passaram pelas bancadas para checar se o que estava sendo criado poderia resistir à chuva.

beinprosone_2017_2

O evento contou com a participação de seis jurados: Helena Aguiar, Coordenadora de Planejamento Estratégico; José Ricardo de Almeida, Coordenador de Química; Tiago Eugênio, Professor de Ciências e STEAM; Carolina Oreb, Professora de Ciências; Paulo Schor, Professor da UNIFESP e Sílvia Helena, Coordenadora Pedagógica do Band. Após apresentações curtas e criativas dos grupos, os jurados premiaram os participantes em oito categorias.

beinprosone_2017_3

“Pela primeira vez realizamos o projeto com alunos do 7.o e 8.o ano e sentimos que para eles foi uma experiência totalmente nova. Eles ficaram muito encantados. Tanto os participantes quanto nós, organizadores, aprendemos muito”, contou um dos organizadores da edição e aluno da 3.a série do Ensino Médio, Diego Zancanelli.

Para seguir a página do projeto no facebook clique aqui.

Danças, comidas e alegria na Festa Junina

Com tradicional quadrilha da 3.a série, decoração de bandeirinhas e comidas típicas, o clima de festa junina envolveu o Colégio. O evento, organizado pelo Grêmio XXV de Agosto em parceria com o Departamento Cultural, ocorreu durante os intervalos da manhã e tarde para que alunos do Ensino Médio e Fundamental pudessem aproveitar a festa.

DSC_8769

“Tudo o que fizemos foi para levar um momento divertido para toda a galera do Band. Nos dedicamos muito para isso e nossa maior recompensa foi ver que conseguimos trazer uma alegria para muitos alunos da nossa escola, principalmente para o nosso Terceirão 2017! Foi um momento singular e muito especial” contou Pedro Salgueiro, integrante do Grêmio e aluno da 3.a série do Ensino Médio.

DSC_8790

Os alunos da 3.a série se vestiram a caráter e, no intervalo, realizaram a tradicional quadrilha. “Eu acho que a dança é muito importante porque une o pessoal da 3.a série, já que é nosso último ano juntos. Pude ver no rosto de cada um o quanto estavam se divertindo! Acho que o que importa no final é a diversão e a quebra da pressão e rotina de estudos” disse a aluna da 3.a série do Ensino Médio, Isabela Marques.

DSC_8741

Além da dança, todos os alunos do Colégio puderam contar com barraquinhas onde foram vendidas comidas típicas da época do ano como pipoca, milho, paçoca, churros e morango com chocolate.

Confira a galeria de fotos aqui.

O sonho de estudar no exterior

A aluna da 2.a série do Ensino Médio, Laís Gonzales da Silva, conquistou uma bolsa integral para realizar um curso de verão sobre business entertainment na Universidade de Yale, nos Estados Unidos.

Lais

Laís é aluna no Colégio por meio de uma bolsa do programa Ismart (Instituto Social para Motivar e Reconhecer Talentos) e, apesar da bolsa conquistada para realizar o curso, ela precisa de dinheiro para arcar com todos os outros custos que envolvem uma viagem para o exterior. Assim, inspirada por outros alunos bolsistas, ela decidiu realizar uma arrecadação online para obter o dinheiro necessário.

“Meu sonho é estudar no exterior” disse Laís que, até agora, já conseguiu 60% do valor desejado. “Acredito na minha força de vontade e no fato de que todo meu esforço vale a pena” concluiu ela.

A história de Laís foi tema para matéria do G1.

Confira na íntegra clicando aqui.

Alunos realizam campeonato de LOL

Como uma forma de integração entre os alunos, foi realizado um campeonato do game multiplayer League of Legends (LOL). O evento contou com a presença de cerca de 60 alunos que compareceram ou para jogar ou simplesmente para assistir o campeonato.

IMG_0058

A ideia partiu de  Bruno Sorban, Flávio Salles e Felipe Vidal, da 2.a série do Ensino Médio, e havia um objetivo simples: reunir outros estudantes que apreciam o jogo para que todos pudessem se integrar a partir de um gosto em comum. Assim, no campeonato, houve a formação de nove equipes com cinco participantes cada. Já que um dos principais pilares do game é o trabalho em grupo e o pensamento estratégico, em todos os momentos foi exigido que os jogadores se comunicassem com suas respectivas equipes para obter sucesso.

IMG_0053

“Assim como ocorrem com partidas de futebol e outros esportes, o campeonato de LOL reuniu pessoas que gostam tanto de jogar quanto de assistir. Também foi muito bom ter a oportunidade de trazer essa ideia para o Band já que muitos dos alunos gostam do jogo”, contou o aluno Flávio Salles.

IMG_0063

Além disso, o campeonato representou a quebra de uma série de estereótipos que rodeiam o universo dos games, já que as pessoas puderam ver que o LOL é um entretenimento para todos e não apenas para os considerados “nerds”. Isso reflete também um pensamento mundial já que cada dia mais as pessoas estão se abrindo paras as possibilidades dos games. – até universidades internacionais estão oferecendo bolsas para jogadores de videogame de alto rendimento.

Grêmio antecipa Páscoa com venda de brigadeiros

Os integrantes do Grêmio do Bandeirantes não se incomodaram com o fato do feriado de Páscoa cair este ano em meio às provas bimestrais. Uma sexta-feira repleta de atividades marcou uma Páscoa “antecipada” para estudantes e funcionários.

IMG_6728

Atividades em dias festivos já é uma tradição do Grêmio. Mas este ano, os alunos integrantes resolveram apostar em algo novo: venderam brigadeiros de diversos tipos e também sortearam três ovos de mais de 2 quilos cada, por meio da venda de rifas.

IMG_6718

“Queríamos fazer algo para animar a todos, por isso tivemos a ideia de realizar três rifas: uma para os estudantes do Fundamental, outra do Médio e uma para os funcionários”, explicou Gabriel Cygler, membro da organização de atividades internas do Grêmio.

IMG_1528

Quem chegava no pátio na sexta-feira (31/03) se deparava com alguns estudantes vestindo orelhas de coelho e várias bandejas repletas de brigadeiros de todo o tipo. Além disso, a Rádio foi um instrumento fundamental de animação e divulgação, inclusive com atividade de caça aos chocolates no período da tarde.