Grêmio presta homenagem às mulheres

Historicamente, o Dia Internacional da Mulher é uma data para estimular a luta das mulheres quanto a igualdade de direitos perante a sociedade.

IMG_6274

Como é tradição, durante os intervalos da manhã e tarde do dia 8 de março, o Grêmio XXV de Agosto promoveu a venda de rosas e correio elegante para homenagear as mulheres e suas lutas diárias.

IMG_6276

alunos integrantes do Grêmio

“Nenhum de nós, integrantes do Grêmio, imaginávamos que a venda de rosas e o correio elegante seria o sucesso que foi. Nós disponibilizamos cerca de 2 mil rosas e todas foram vendidas. Com certeza, todo nosso esforço foi recompensado. ”, comentou o aluno do Grêmio, Pedro Henrique Pinheiro.

Coletivo Tuíra organizou intervenções

Quase 130 trabalhadoras morreram em um incêndio reivindicando direitos trabalhistas em março de 1911. A origem desse dia, no entanto, é reflexo de marços passados. Os anos de 1857, 1908 e 1909 contaram com notáveis manifestações pelos direitos das mulheres. Frente a isso, o Coletivo Tuíra, formado por alunas do Band, organizou intervenções no dia 8 de março.

Antes de começarem as aulas, integrantes do coletivo espalharam fotos de funcionárias do Colégio respondendo a pergunta “O que é ser mulher para você? ”, como forma de dar visibilidade a todas da comunidade Bandeirantes.

coletivo

Alunas do Ensino Médio se reuniram em frente ao Band carregando cartazes com dizeres empoderadores do projeto Flores nas Ruas, passaram batom vermelho, cantaram hinos feministas e disseram pequenos textos sobre o real significado do Dia Internacional da Mulher.

A professora de Português e colaboradora do coletivo, Cátia Pereira, acredita que “Toda forma de luta feminista é válida: visibilidade às mais diferentes mulheres, cantos de união e motivação, frases de incentivo à causa, troca de cartas, encontro para partilha de experiências e reflexão sobre a condição e as conquistas das mulheres. Tudo isso as alunas do Coletivo Tuíra organizaram para o Dia das Mulheres, apenas o começo, sabemos, de um longo e diário caminho de construção de respeito à mulher e desconstrução de paradigmas, conscientemente ou não, depreciativos. Mas seguimos fortes. E juntas. ”.

coletivo2

No período da tarde, o coletivo reiniciou suas atividades com uma reunião para debater mais profundamente a respeito do Dia Internacional da Mulher, discutir diretrizes para esse ano e dar as boas vindas às novas integrantes do grupo.

“Foi maravilhoso e gratificante para mim participar das atividades planejadas pelo coletivo para o Dia da Mulher. Dia 8 é uma data que deve ser dedicada à luta das mulheres e à abordagem de nossas pautas. Foi pensando no significado dessa data tão importante que planejamos atividades durante o dia inteiro e que alcançassem diferentes mulheres do Colégio. Nós visávamos dar visibilidade para mulheres que encontramos diariamente e conhecê-las um pouco melhor, o que, infelizmente, na correria do dia-a-dia muitas de nós ainda não tínhamos tido a oportunidade. Foi trabalhoso planejar as reuniões e fazer a intervenção, porém, assim que vi todas as alunas que se juntaram a nós e comentaram que se sentiram acolhidas e gostaram do nosso espaço, tudo se tornou extremamente gratificante e me motivou a continuar frequentando as reuniões e pensando em novos projetos.”, explicou a integrante Stéphanie Ribeiro.

Por fim, a aluna e integrante do coletivo, Letícia Zuffo, convidou todas as interessadas a participarem do coletivo. “O Coletivo Tuíra está de braços abertos para todas! O nosso intuito é justamente recebê-las para as reuniões, possibilitando trocas de ideias e experiências. Mesmo sem nem saber o que significa feminismo, não tem problema! Pretendemos fazer um espaço para que as meninas se sintam mais confortáveis e consigam ver o feminismo de uma forma diferente, por meio de palestras e conversas para aprendermos cada vez mais sobre esse assunto. ”.

Protótipo de aplicativo é desenvolvido para auxiliar cadeirantes

Os alunos Bruno Coelho, Diego Chiavassa, João Pedro Mucciolo, Lucas Padial, Rafael Sanches, Victor Lee, juntamente com as professoras orientadoras Patricia Goloni e Rosiani Telles, desenvolveram um protótipo de aplicativo para auxiliar pessoas com mobilidade reduzida.

cadeira1

O aplicativo Rede VIPS (Rede de Vivência e Integração do Deficiente Físico, Amigos e Familiares no Âmbito Socioambiental) tem como objetivo identificar as dificuldades enfrentadas pelos cadeirantes em áreas urbanas de grandes metrópoles. A partir de trocas de informações e experiências, o grupo pôde se aproximar da realidade destes portadores de necessidades e desenvolver soluções para maior conforto destes deficientes.

cadeira3“O aplicativo é ótimo, pois os amigos e familiares que convivem diariamente com cadeirantes podem expressar seus sentimentos, tirar dúvidas, contestar e contar sobre experiências inusitadas. ”, comentou Rosiani Telles.

Contudo, para projetar o aplicativo, o grupo precisava conhecer melhor o seu público alvo. Para isso, entrevistaram cadeirantes e pessoas que convivem diariamente com eles. Além disso, se dispuseram a utilizar uma cadeira de rodas durante um período de aulas. Esta “vivência em duas rodas” foi oferecida à comunidade bandeirantina e, surpreendentemente, os estudantes receberam mais de 70 inscrições.

cadeira2

Por fim, todos os participantes da vivência responderam a um questionário que perguntava sobre as maiores dificuldades, os sentimentos e, principalmente, o que mais sentiram falta durante a experiência. A coleta de dados foi apresentada na Feira de Ciências e Tecnologia de 2016, cujo o tema foi Empreendedorismo Social.

“Pais e alunos se impressionaram com o trabalho de empatia que este projeto proporcionou aos participante. Além disso, ficamos felizes em saber que muitos gostariam de saber como seria passar uma manhã sobre duas rodas. Claro que todos os problemas de locomoção, preconceito e dificuldade de inclusão não podem ser resolvidos facilmente. Mas extraímos o máximo de cada um dos depoimentos e conseguimos pensar em algumas soluções interessantes. ”, finalizou a professora Patricia Goloni.

Nonos anos celebram o ingresso no Ensino Médio

Na última aula de CPG, as professoras Patrícia Goloni, Rosiani Telles e Cândida Gancho organizaram um ritual de passagem ao primeiro ano do Ensino Médio.

formatura9ano1

“Durante as rodas de diálogo, os alunos sempre expunham os conflitos e ansiedades de ingressar no Ensino Médio. Portanto, para facilitar esta transição, nós decidimos organizar este ritual de passagem da mesma forma que acontece no terceiro ano. Cada turma escolheu seu orador, professor homenageado, paraninfo e música que representava a sala para a celebração. ”, pontuou Patrícia.

formatura9ano2

“Foi extremamente gratificante ver o empenho de todos para fazer da formatura um momento inesquecível. Além disso, surpreendemos os alunos com os capelos, diplomas e algumas plaquinhas para eles tirarem fotos após a confraternização. ”, complementou Rosiani.

formatura9ano3

“Tudo foi simplesmente incrível. Contudo, o que mais me chamou atenção foram os capelos e o ‘caminho da vida’ que as professoras colocaram no verso do nosso diploma. Ali, registramos emoções, memórias e pessoas que fizeram parte da nossa trajetória escolar. “, finalizou a aluna do 9oB, Lara De Almeida.

Clique aqui para ver a galeria de fotos.

Alunos organizam mutirão de revisão para o ENEM

Durante os dois dias que antecederam o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), o Bandeirantes propôs uma maratona de atividades visando o auxilio na preparação do aluno.mutirao_enem1

O Mutirão de Aulas de Revisão (MAR) foi desenvolvido a partir de ideias dos estudantes Alexia Finkelstein (3H1), Matheus Sayão (3H1), Ana Carolina Haddad (2E1) e Diego Zancaneli (2E1), juntamente com o apoio e colaboração da equipe de coordenadores do Band.

mutirao_enem3

O projeto ofereceu aulas com resolução de exercícios, divididos de acordo com as grandes áreas do ENEM (Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Ciências Humanas), em plantões de dúvidas, dicas de Redação e mini palestras com temas da atualidade.

mutirao_enem2

Durante os períodos das manhãs, os alunos assistiram a quatro aulas sobre as áreas de conhecimento da prova. Já na parte da tarde, os professores estavam disponíveis para resolverem dúvidas específicas dos candidatos. O plantão de redação, por exemplo, contou com a presença de mais de 200 pessoas.

mutirao_enem6

Além disso, houve o “Speed Date”: uma atividade em que oito  professores falaram para grupos de vinte alunos sobre temas atuais por 20 minutos, simultaneamente.

mutirao_enem5

Para fechar a maratona com chave de ouro, após as aulas do segundo dia do mutirão, todos se reuniram na quadra para ouvirem a uma palestra motivacional do Professor Heinz, de Física.

mutirao_enem7

“O evento foi um verdadeiro sucesso, tanto entre os alunos, quanto entre os professores, que tiveram um prazer enorme em participar desse momento tão importante. Ademais, o MAR se tornou uma motivação para o início da Revisão de 1ª fase da FUVEST”, acredita o Coordenador de Química do Colégio, Ricardo Almeida.

Grêmio realiza campeonato de “FIFA 16”

O Grêmio XXV de Agosto organizou um campeonato de FIFA 16 entre os alunos do Ensino Médio do Bandeirantes.

img_9053

Com o auxilio do Departamento Cultural, o Grêmio conseguiu televisores para promover a disputa entre os 33 alunos interessados. Os três primeiros e segundos colocados de cada grupo, juntamente com os dois melhores terceiros colocados, foram para a fase de “mata-mata”.

img_9065

A grande final foi assistida por cerca de quarenta pessoas na sala C4. O resultado estava definido a partir dos vinte minutos de jogo, quando o aluno Matheus Viveros abriu uma vantagem de dois gols sobre o também terceiranista, Johann Siefeld.

img_9068

O Grêmio premiou o aluno vencedor com uma cópia autêntica do jogo “FIFA 17”, lançado na semana do campeonato. Os amantes do game puderam também acompanhar o desenrolar da competição pela transmissão ao vivo realizada no Facebook do Grêmio.

Alegria e descontração marcam a última semana do terceiro ano

Mais um período de aulas do terceiro ano acabou e, para celebrar, o Grêmio XXV de Agosto, Departamento Cultural e uma comissão formada por alunos, professores e Orientadores Educacionais, organizaram a Semana da Alegria.

semana_alegria_2016_1

Durante cinco dias, os alunos vivenciaram uma experiência única e divertida durante os intervalos da manhã. A celebração ocorreu na quadra do Colégio ao som de músicas e figurinos selecionadas pelos próprios alunos.

semana_alegria_2016_2

“Nós queríamos fazer a Semana da Alegria ainda mais marcante para os alunos. Para isso, eu e a Samira Saad, em parceria com o Cultural, desenvolvemos a bandeira de 225 metros quadrados com a frase “Chora Bandeirantes que o terceiro vai embora” escrita. Com certeza, todos os alunos se surpreenderam com a novidade ”, comentou o membro do Grêmio e aluno, Caio Rosetti.

semana_alegria_2016_3

“Ver todo o pessoal do terceiro, que se conhece há tanto tempo e tem um carinho enorme pelo Band, se reunindo para eleger as melhores fantasias e tribos, dançando valsa ou chorando junto no dia do branco, lembrando de todos os momentos vividos nessa escola e abraçando os amigos,  são cenas com certeza inesquecíveis e emocionantes. ”, finalizou a aluna e integrante do Grêmio, Isabella Fazzi.

Confira a galeria de imagens clicando aqui.

Alunos criam projeto para lixo em sala de aula

Para a Feira de Ciências e Tecnologia de 2016, os alunos Felipe Paulinelli, Guilherme Souza, Gustavo Henrique, Isadora Asiakevicius, Rafael Rached e Vinícius Barile, do 7oE, juntamente com a estagiária do Laboratório de Física, Gabriela de Paula Souza, pensaram em formas interessantes de resolver a questão do lixo que era descartado em locais inadequados nas salas de aula.

lixo

Depois de muitas ideias, o grupo decidiu por envolver os estudantes de uma maneira lúdica. Cerca de setenta alunos responderam a um questionário que abrigava vinte e cinco filmes. Os resultados então foram apurados pelo grupo e as películas “Os Caça- Fantasmas” e “Jogos Vorazes” caracterizaram as lixeiras do 7oE.

Por fim, cabia aos colegas de sala votarem no filme que seria exibido no último dia de provas do 3o bimestre. Para a realização desta, os discentes depositavam o lixo na lixeira do filme que mais os agradava.

“A proposta era de diversão e entretenimento, mas eles estavam principalmente preocupados com o lixo gerado durante a sessão de ‘Os Caça-Fantasmas’. Portanto, quando o filme acabou, eles arrumaram a sala toda por iniciativa própria e receberam elogios de todos os funcionários. ”, finalizou a estagiária.

Alunos e professores organizam aulas de revisão para o ENEM

Durante os dias 3 e 4 de novembro, alunos do 3.o ano participarão da primeira edição do projeto MAR (Mutirão de Alunos para Revisão). O Mutirão é uma inciativa dos alunos Alexia Finkelstein, Ana Carolina Haddad, Diego Zancaneli e Matheus Sayão, juntamente com os professores e coordenadores do Bandeirantes. Nesta edição, os estudantes receberão aulas de revisão do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

img_9624

Ana Carolina Haddad, Diego Zancaneli, Alexia Finkelstein e Matheus Sayão

“Sabemos das dificuldades de um aluno resolver esta prova que não cobra tanto conteúdo como a FUVEST, por exemplo. Portanto, vamos auxiliar todos os estudantes a realizarem um excelente exame”, comentaram os organizadores.

No período matutino, quatro aulas serão ministradas pelos professores do Band que, com base em provas anteriores, abordarão as quatro grandes áreas do ENEM (Matemática, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias e Linguagens e Códigos)

Na quinta feira à tarde, os alunos terão a oportunidade de tirar dúvidas pontuais, coletar dicas e informações de como realizar uma boa redação com professores e, por fim, participarão de palestras de vinte minutos (Speed Dates) sobre assuntos gerais.

“O projeto tem a finalidade imergir o aluno na prova que será realizada, pois sabe-se que preparação e confiança são fundamentais para o sucesso em exames de seleção”, comentou o Coordenador de Tecnologia da Informação, Mário Abbondati.

Álbum de figurinhas viraliza no Colégio

Integrantes do Grêmio XV de Agosto, juntamente com o Departamento Cultural, lançaram, nesta segunda (26/9), a terceira edição do álbum de figurinhas de alunos, professores e funcionários da 3.a Série do Ensino Médio.

album_figurinhas_2016_4

Na concepção do Grêmio, o álbum é uma forma extremamente criativa e inteligente de unir os participantes do álbum.

album_figurinhas_2016_1

“Este é um projeto que começou lá em abril e foi terminado só agora. Portanto, apesar de muito trabalhoso, com certeza valeu a pena todo o esforço empenhado, porque a gente sabe que esse álbum é um meio de entretenimento e uma recordação do nosso último ano no Band, que vai fazer muita falta. ”, comentou a aluna do 3o ano, Isabella Fazzi.

album_figurinhas_2016_2

“O álbum agita o Colégio desde 2014. Antes mesmo da primeira edição, outras chapas diretivas já demonstravam o interesse de realizar este projeto que hoje, felizmente, se tornou uma tradição. É muito interessante reparar a forma com que os alunos abordam a mesma proposta de formas completamente diferentes”, finalizou o Coordenador do Departamento Cultural Ricardo Aguirre.